A conta bancária da sua empresa
Negócios

Administrar a conta bancária da sua empresa

Saiba como administrar a conta bancária da sua empresa

Ter uma empresa de sucesso no Brasil não é nada fácil. Por inexperiência e falta de controle financeiro, muitas empresas acabam finalizando suas atividades após pouquíssimo tempo no mercado. 

Dados do Sebrae mostram que em 2021 cerca de 23% das micro e pequenas empresas do país fechavam antes de completar cinco anos de atividade. Os números chegam a 30% entre os MEIs (microempreendedores individuais), o que mostra que manter uma empresa nos trilhos é um grande desafio.  

E esses números foram agravados pelos últimos dois anos. Segundo a PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) realizada pelo IBGE, cerca de 600 mil empresas fecharam no Brasil nesse período. 

Para te ajudar a manter a sua empresa com as finanças sob controle, trouxemos várias dicas para que você possa ter uma conta empresarial organizada e um planejamento financeiro bem definido. Confira as dicas abaixo.

Controle o fluxo de caixa 

O primeiro passo para colocar as contas da empresa em ordem é controlar o fluxo de caixa. Basicamente, o fluxo de caixa é o controle diário de todas as entradas e saídas de dinheiro da sua empresa. 

Para isso, você pode contar com aplicativos ou usar planilhas, mas será preciso anotar tudo o que sai e entra no seu negócio. Essa é a melhor maneira de notar os principais custos e receitas da sua empresa. 

Essa também é uma forma de entender em quais períodos do mês há mais entrada e saída de dinheiro. Isso permitirá um controle maior e uma previsibilidade sobre os gastos e recebimentos futuros. Então, registre todas as movimentações financeiras do negócio no fluxo de caixa, não importa se sejam de valor baixo. 

Classifique os custos do seu negócio 

Com o fluxo de caixa em ordem, você terá acesso a todos os custos do seu negócio. Para facilitar o seu controle, a dica é classificar esses custos em nível de importância e em categorias. 

Liste os custos por nível de prioridade, sempre priorizando gastos que são essenciais para o funcionamento do negócio. Também é importante dividir os custos entre fixos e variáveis para começar a prever os próximos pagamentos da empresa com mais facilidade. 

Programe pagamentos e recebimentos

Com os custos organizados e classificados por prioridade e categoria, você pode montar um plano de contas para programar os próximos pagamentos a serem feitos. E claro, você também pode organizar datas de pagamentos de seus clientes, conforme os negócios forem sendo fechados, e programá-los também. 

Dessa maneira, você poderá fazer projeções de caixa, sabendo o fluxo de caixa do negócio nas semanas e meses seguintes. Isso também abre a possibilidade de reajustar datas de pagamentos e recebimentos para que você possa ter mais tranquilidade na sua conta. 

Determine a necessidade de capital de giro da empresa 

O capital de giro é o valor necessário para que sua empresa consiga funcionar em um determinado período. Isso inclui as contas a pagar e os custos variáveis de produção que são necessários para manter o negócio funcionando. 

Sabendo qual é a média diária, semanal e mensal de custos do seu negócio, você pode definir o capital de giro necessário para a empresa. Assim, será muito mais fácil manter as contas em dia, planejar investimentos e montar uma reserva de emergência. 

Monte uma reserva de emergência para a empresa  

E como última dica de controle financeiro para empresas, recomendamos que você crie uma reserva de emergência para a empresa. Essa reserva será importante para que a empresa consiga continuar funcionando em períodos mais complicados em que haja perda de clientes, por exemplo. 

Toda empresa convive com períodos mais movimentados e mais parados durante o ano, e ter uma reserva de emergência é importante para que os momentos de baixa não peguem a empresa de surpresa e faça as contas desandarem. 

Com essas dicas, você pode organizar as contas da sua empresa e manter o controle financeiro do negócio sob controle. Com organização, metas e planejamento, a empresa não só tende a manter as contas em dia, como abre a possibilidade de investimentos e parcerias para o crescimento do negócio.