e-mail marketing
Marketing e Negócios

As tendências do Marketing digital para 2022

Desde 2020, quando a pandemia da COVID19 se instalou em todo o mundo, muitos negócios precisaram se adaptar e recorrer ao marketing digital para não perder espaço para a concorrência, e ficar em evidência junto ao público-alvo. 

Muitas tendências do marketing digital precisaram ser aceleradas, e para o próximo ano, há muitas novidades que estão prontas para serem aplicadas em um planejamento abrangente, envolvendo diferentes ferramentas, técnicas e táticas que utilizam a tecnologia a favor. 

Enfim, o que a pandemia fez foi mudar a forma como as empresas operam, moldando uma nova era para todo o mundo dos negócios que depende do marketing digital.

Tudo se relaciona à experiência do cliente

A tecnologia avança a passos largos, como pode ser visto na automatização industrial, oferecendo tanto a empresas quanto consumidores uma experiência centrada no ambiente digital, ainda melhor e mais consistente. 

Esse avanço da tecnologia reflete nos negócios, seja qual for o segmento produtivo, obrigando todas as organizações a buscarem a profissionalização do marketing digital que, mesmo que seja de menor custo, possui grande impacto sobre os usuários de internet.

Esse processo que envolve o marketing digital pode ajudar a conhecer o público-alvo, e melhor a experiência do cliente, a partir de ações como:

  • Entrevistar a equipe de vendas e os clientes;
  • Fazer pesquisas do mercado consumidor;
  • Melhorar a captação e apuração de dados;
  • Realizar o desenvolvimento de persona eficaz.

Com tanto trabalho a ser feito, muitas empresas que dominam a experiência do cliente de fato, encontram sucesso quando a marca desempenha uma comunicação em massa, com a personalização que o marketing digital oferece. 

Por parte das empresas, é preciso acessar e entender todos os dados, com uma estratégia de BI (Business Intelligence) e, assim, conhecer melhor os clientes fiéis e em potencial para gerar mais vendas, equilibrar a balança comercial e avançar na participação do mercado. 

Tendências imediatas do marketing digital

A previsão futura sobre o marketing digital é abrangente, mas determinadas tendências que se seguem já são aplicadas há algum tempo, e apenas evoluem conforme a transição de tecnologia e, em um aspecto particular, sobre os hábitos de consumo.

As necessidades apresentadas pelos clientes se tornam uma preocupação cada vez mais constante no marketing digital, com uma proposta mais conectada e inclusiva.

Em um primeiro momento, a preocupação do marketing digital pode ser por parte do próprio site empresarial, que pode exigir uma construção moderna, em relação à tecnologia, ou uma adaptação significativa, que pode ser implementada ao longo do tempo. 

A ideia principal é promover uma navegação segura e amigável aos usuários que pesquisam sobre corte plasma industrial, por exemplo, para que a experiência do cliente durante a jornada de compra seja praticamente sem ruídos. 

Com as mudanças que o Google implementa na ferramenta de busca, se preocupar com o SEO (Search Engine Optimization), ou seja, a otimização do motor de busca, se torna a principal ferramenta para gerar leads. 

Essa é uma tendência que evolui e reflete no marketing digital, de uma forma geral, como apresentado a seguir.

Geração de conteúdo por parte do usuário

A construção de um relacionamento sólido com um cliente é muito importante, pois é a maneira como uma empresa forma vínculo com os clientes, e esses passam para frente a experiência sobre o negócio.

Os meios digitais, vide internet, se mostram cada vez mais como a evolução da publicidade boca a boca, pois os usuários não estão limitados às pessoas no espaço físico, mas há todo um ambiente virtual a ser explorado, como as redes sociais. 

Sendo assim, toda fábrica de roldanas deve se atentar ao conteúdo gerado pelo usuário, pois essa é uma tendência que vem crescendo desde a segunda década dos anos 2000.

O segredo é encontrar clientes  que se mostram dispostos a publicar a marca, ou apresentar os produtos ou serviços por meio do UGC (User Generated Content), ou conteúdo gerado pelo usuário, por meio de elementos como vídeos e hashtags.

O afastamento de cookies de terceiros

Os navegadores tendem a bloquear mais anúncios, fazendo com que os cookies de terceiros se tornem cada vez mais obsoletos. 

Para encarar esse impacto, gigantes do setor de marketing digital desenvolvem ferramentas que rastreiam o envolvimento de uma loja de mangueira hidráulica virtual em sites de marketing e aplicativos nativos. 

A solução para as empresas é acompanhar essa tecnologia, para não se prejudicar ao longo do próximo ano. 

A expansão do marketing conversacional

O aprimoramento da UX (Experiência do Usuário) segue como tendência do marketing digital para as mais variadas empresas, levando em consideração que os clientes buscam por serviços simplificados a partir do momento que visitam um site.

As chat boxes, ou caixas de bate-papo, assistentes virtuais e chats ao vivo e e-mails personalizados se mostram uma tendência interessante para vender de peças para compressor de ar no setor B2B (Business To Business) e B2C (Business To Consumer)

.Isso é ainda mais importante porque, quanto mais um cliente em potencial aguarda por uma resposta, maior a probabilidade de aumentar a taxa de rejeição, e nenhuma empresa quer isso. 

Esses mensageiros eletrônicos substituem os cookies que captam dados para identificar o público-alvo, respeitando a privacidade do usuário e atendendo apenas aqueles que realmente querem fazer negócios com uma marca. 

Por isso, o marketing digital deve promover ações e estratégias pessoais, utilizando ferramentas individuais para atrair pessoas para a empresa. 

O consentimento do usuário é um ponto de atenção, conforme o crescimento de permissão do usuário quanto a aquisição de dados pessoais.

O metaverso e os recursos interativos

Uma promessa que vai se estendendo para os próximos anos, mas que pode ser uma tendência avassaladora logo mais, o metaverso exige a interação entre marcas e usuários. 

Em um campo mais próximo ao real, as empresas podem utilizar recursos interativos, como enquetes e questionários atraentes sobre o uso de scanner odontológico que ajudam a fornecer respostas quanto às dúvidas que os usuários apresentam. 

Dessa forma, quanto mais um site se preocupa em ajudar os usuários por meio dos conteúdos interativos, mais dados podem ser coletados, e o BI pode ser aplicado para ajustar o marketing digital. 

Produção de vídeos educativos e curtos

As redes sociais estão em evidência desde meados dos anos 2010, e a tendência é crescer nos próximos anos, sem um limite para isso, ainda mais quando se trata de vídeos.

Em se tratando de marketing digital, os vídeos produzidos pelas empresas devem ser curtos e educativos, demonstrando conhecimento sobre o segmento produtivo.

Esses vídeos podem ter características diversas, e o trabalho do marketing digital é ajustar-se às métricas para garantir o sucesso nas redes. 

Dentro de um curto período de tempo, é possível mostrar ao público em geral que a empresa é especializada no que faz, com vídeos que mostram como uma pessoa utilizando um produto, ou recorrendo a um serviço, pode ser amplamente benéfico enquanto consumidor. 

Importância da inclusão e responsabilidade social

A inclusão e a responsabilidade social são tendências que não devem ser ignoradas no ano que se aproxima. 

Com a amplidão em que uma foto, um texto ou um vídeo pode ser viralizado, e o aumento do interesse de internautas sobre como uma empresa se posiciona sobre temas diversos, como causas sociais e comportamentos, é preciso seguir o bom senso. 

As opiniões de executivos, gestores, e mesmo funcionários, fornecedores e parceiros comerciais, podem chamar a atenção não só do público-alvo, mas da sociedade em geral. 

Quando se trata de inclusão, este é um movimento que está em alta, e deve se perpetuar em toda a sociedade e ser aproveitada pelo marketing digital para vender plataforma elevatória residencial de maneira apropriada.

A responsabilidade social está em temas gerais, como combate à fome, defesa do meio ambiente, políticas públicas associadas à marca e consumo, entre outros aspectos que variam e devem estar sob o holofote de pessoas responsáveis. 

De maneira geral, quanto mais inclusiva uma marca, mais atenção chama e se desenvolve um movimento de confiança.

Conclusão

De fato, as tendências do marketing digital para o próximo ano vão além de entender o que o público quer ou deseja. 

Cada empresa se encontra em um cenário repleto de mudanças, em todos os aspectos, e quem trabalha com marketing digital precisa desenvolver estratégias e táticas que se ajustam e permitem ficar um passo à frente da concorrência. 

Conforme as plataformas de busca lançam novos algoritmos, principalmente o Google, novas tecnologias devem ser implementadas. 

As ações tomadas se mostram perceptíveis a partir do momento que uma empresa agiliza os processos, entende a importância da inovação e está orientada por dados e, assim, alcançar o sucesso.

Por fim, no centro estratégico do marketing digital, toda empresa deve se concentrar na construção de relacionamento e entendimento sobre o público-alvo, ou seja, aplicar ferramentas que promovem a experiência personalizada para cada cliente.

Colocar o público em primeiro lugar é primordial, mas usar técnicas específicas para cada ação do marketing digital ajuda a orientar as tomadas de decisões, abrindo caminho para um ano mais tranquilo logo mais. Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.