brindes
Blog / Dicas

Brindes ecológicos: Quais os benefícios?

A distribuição de brindes ecológicos se tornou um forte ponto físico das estratégias de marketing de empresas de grande, médio ou pequeno porte nos últimos anos.

Sendo um meio de proporcionar a descoberta de empreendimentos, especialmente, o que está começando ou se estabilizando, a entrega de brindes permite que haja alguma conexão entre a empresa e o cliente, sendo ele pessoa física ou até outro negócio.

Pois, o visual de um brinde corporativo está relacionado com a imagem do negócio ao ponto de que tenha a intenção de causar uma lembrança ou sentimento de familiaridade no consumidor.

A estratégia de entregar brindes é algo antigo e bastante popular tanto em eventos quanto em inaugurações de lojas com chaveiros promocionais, porém, empresas agora buscam soluções para que essa conexão tenha um meio ecológico.

O marketing verde

Também chamado de marketing ambiental ou então ecomarketing, é uma estratégia que tem o foco nos benefícios da produção e outras relações que uma empresa pode ter com o meio ambiente, sendo esse um marketing com um apelo ambiental.

Consistindo principalmente na imagem que a empresa tem uma consciência em relação a natureza, as atitudes do marketing verde trazem transformações e responsabilidade ambiental. 

Utilizando também como base os 3 R (Reduzir, Reciclar e Reutilizar), e os 4 S (Segurança, Sustentabilidade, Satisfação do consumidor e aceitação social), para um empreendimento se encaixar na estratégia de marketing ambiental ele deve ser:

  • Ecologicamente correto;
  • Socialmente justo;
  • Economicamente possível;
  • Culturalmente aceito.

A responsabilidade da empresa não deve ficar somente na parte ambiental, mas englobar a área econômica, social e cultural do local onde atua.

Quando um empreendimento planeja atuar desta forma, as práticas que são ditas devem ser cumpridas de modo que realmente mude ações na natureza para um fator positivo, pois caso isso não ocorra, acaba se transformando em um discurso de greenwashing.

Este, por sua vez, se trata de vender uma imagem que não condiz com o que se é dito no discurso de sustentabilidade de uma empresa.

O termo sugere que as informações greenwashing são para enganar consumidores da postura que a empresa possui fingindo ser amiga do meio ambiente, até mesmo produtos que são tidos como sustentáveis devem provar que não são propagandas enganosas.

Pois, essa prática de enganação pode acabar com o empreendimento perante a sociedade e o mercado que se atua.

Por ter surgido da pressão do público sobre os negócios para que estes se adaptem de forma que traria menos impacto na natureza, alguns consumidores preferem pagar um valor alto ao saber que o produto em questão não tenha gerado riscos ao meio ambiente.

Como exemplo, a fabricação de um balcão caixa expositor sem muitas composições químicas que irão para os rios ou outras formas de agressão à natureza, se tornam muito bem vindos em meio ao público.

Um empreendimento pode investir em reciclagem e no reaproveitamento de alguns materiais, o que torna uma fonte de economia para o próprio negócio no que se trata dos gastos para produzi-los.

Assim como economizar água e evitar substância que sejam extremamente poluentes quando forem descartadas nos rios, porque a contaminação da água acaba afetando não somente o local do despejo como o oceano, onde acontece a deságua dos rios.

A separação do lixo deve ser feita de forma adequada, do mesmo modo que o destino final deve ser de maneira consciente, por isso algumas empresas podem acabar criando parcerias com ONG que ajudam no combate à degradação do meio ambiente.

Tornar um produto mais durável também é outro método que um comércio pode fazer a fim de diminuir os impactos, pois quanto maior a durabilidade, mais tempo leva para haver a troca do produto em questão.

A credibilidade que a empresa ganha no mercado por praticar o marketing verde e cumprir com o que fala demonstra comprometimento com o futuro do planeta, assumindo uma postura que pode atrair investidores que compartilham das mesmas visões.

Especialmente se tiver um grande potencial a longo prazo, gerando lucros na receita e economia no modo de produção do produto ou do serviço oferecido.

Trabalhar com fornecedores que sejam amigos do meio ambiente se torna uma opção para o marketing digital, tendo a possibilidade de trazer até o selo de certificação ambiental nos produtos para demonstrar visualmente a preocupação real que existe com a natureza.

Por que utilizar brindes ecológicos? 

Questões envolvendo o meio ambiente e os impactos gerados pelo homem sempre são debatidos na internet ou anunciados nos noticiários, e por ações humanas causarem tantos impactos na natureza, que as empresas procuram abraçar ideias sustentáveis.

Seja em aventais personalizados de material reciclado, fontes de energia sustentável e reutilização da água ou reciclagem do lixo.

Se tornando uma tendência cada vez mais forte, os brindes ecológicos trazem muitos benefícios para que haja investimentos neles, como:

  • Possuem utilidade;
  • Passam uma mensagem positiva do empreendimento;
  • Diminuem o número de plástico no lixo;
  • Se tornam culturalmente mais aceitos;
  • Reduzem o lixo e dão um destino adequado.

Embora boa parte dos brindes sejam feitos com materiais derivados do papel, o plástico está se tornando cada vez mais tendencioso para ser a base deste modelo de brindes como adesivo vinil personalizado com a logo ou temática da empresa.

E com as empresas pensando em fixar ainda mais sua presença através de objetos por meio dos brindes, os mais comuns de serem feitos são blocos de anotações, pastas e até mesmo canetas, pois estes acompanham uma pessoa no dia a dia.

Transmitindo uma mensagem positiva sobre reciclagem e conservação do meio ambiente.

Algumas empresas apostam até na compra de máquinas de corte a laser em chapa de aço para elaborarem seus próprios brindes, visto que esse maquinário possui a capacidade de moldar, marcar e gravar materiais como o plástico e a madeira.

Tipos diferentes de brindes ecológicos 

Em prol da sustentabilidade, o mercado buscou diversas maneiras para transformar seus produtos em algo ecológico que poderiam ser reutilizados mais de uma vez ou se fossem descartados, não agredisse muito o meio ambiente. 

Sacolas e ecobags se tornaram os objetos mais famosos e populares quando se trata de ecologia, especialmente em feiras ou convenções quando se visita um balcão promocional que oferece informações sobre os serviços da empresa.

Confeccionadas muitas vezes com base de algodão, as ecobags podem ser feitas de diversos formatos com diferentes possibilidades de alças ou de design de fecho, o que se torna um brinde bastante ideal para qualquer tipo de negócio.

Outro brinde popular são as pastas, que por serem feitas em diversos formatos e cores, podem seguir um design que seja o visual da empresa assim como as ecobags.

Necessaires, pochetes, estojos e outros tipos de bolsa que são utilizados no dia a dia se tornam perfeitos para serem dados como brindes, e como podem ser feitos de algodão ou poliéster reciclado, acabam sendo os preferidos.

Da mesma forma que as mochilas, que podem ter alças e são ideais para a área da educação.

Canetas e blocos de anotações também se tornam um dos mais versáteis brindes, pois ele serve para qualquer empreendimento, desde uma empresa de manutenção preventiva de ar condicionado até um salão de festas.

Feitos com papel reciclado e nos mais diferentes formatos ou modelos, os blocos de nota são um dos mais populares junto às ecobags, podendo até mesmo vir dentro da sacola.

Considerações finais 

Com o impacto no meio ambiente se agravando ano após ano e com os alertas dos ambientalistas, os empreendimentos começaram a pensar em outras alternativas de entregarem brindes que não impactam tanto a natureza, até surgir os brindes ecológicos.

E não somente os brindes se tornaram ecológicos com papéis reciclados e novas formas para o plástico como alguns materiais de produtos de lojas de envelopamento de carros, que passaram a ter a sua composição feita de matérias-primas recicladas.

O marketing verde vem se tornando cada vez mais forte com empresas que realmente desejam fazer a diferença no meio ambiente, seja com pequenas ações que acabam promovendo um incentivo coletivo para que a ideia siga funcionando.

Pois, cuidar do meio ambiente é uma tarefa diária que não deve ser deixada de lado em nenhum momento da vida do ser humano, seja tanto no ramo residencial com pequenas atitudes quanto no ramo comercial com grandes transformações.

Empreendimentos de pequeno, médio e grande porte estão cada vez mais introduzindo práticas que ajudem o meio ambiente desde o princípio até chegar nas prateleiras para os clientes, incentivando-os a continuar com essa prática junto a família.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.