Quarta, 01 DE dezembro DE 2021

Transparência de Casa Grande trava plano da Globo a Neymar durante Copa

Publicado em:

15 de
fev
Categorias: Internacional e Notícias. Tags: Audiência, Barcelona, Brasil, Esportes, Futebol, Globo, Neymar, Notícias, Polêmica e Seleção.

"Me incomoda a maioria dos torcedores brasileiros e da imprensa ficarem passando a mão (na cabeça) do Neymar. Ele já demonstrou diversas vezes comportamentos fora do coletivo, mimado, colocando até em risco a equipe. Ontem (quarta-feira), ele levou um amarelo no primeiro tempo. "Se ele faz mais uma falta ou cava uma, o juiz coloca ele para fora. O que seria desastroso".


De forma direta, Casagrande, o principal comentarista da tevê Globo, que deverá ser a única a transmitir a Copa do Mundo, diante da falta de recursos da Bandeirantes, acabou com o trabalho de reaproximação da emissora do principal jogador do país. A Globo que tenta se reaproximar do principal jogador do Brasil no Mundial. Neymar. A relação que já foi íntima, como era a de Ronaldo Fenômeno, esfriou desde a Olimpíada de 2016.


Em fevereiro daquele ano, Casagrande já havia censurado de maneira intensa o jogador. "O Neymar tem muito a apresentar, mas ele está se comportando mal, precisa de uma bronca de pai. De pai não, de avô, porque o pai dele está tão deslumbrado com o sucesso quanto ele. Outro dia ele postou numa rede social uma capinha de celular que custa R$ 16 mil. Ele é ídolo num país em que as pessoas passam fome! É um desrespeito isso."


Ao chegar os Jogos do Rio, desancou o comportamento do jogador nas primeiras partidas do Brasil e despertou a ira do atleta. A vingança de Neymar veio com a conquista da medalha de ouro. Não adiantaram todos os elogios do mesmo Galvão. Primeiro, o jogador fez um vídeo ironizando as críticas que recebeu. Depois, se afastou do esporte da emissora.


Nos jogos das Eliminatórias, amistosos da Seleção e partidas do Barcelona, Galvão Bueno passou a sistematicamente a elogiar Neymar. Sua transferência para o PSG foi tratado como prioridade na emissora carioca. O repórter Mauro Naves é muito próximo do pai do jogador, Neymar Sênior.


Tudo estava caminhando bem até ontem.


Já na transmissão da vitória do Real Madrid contra o PSG, os elogios de Galvão Bueno a Neymar não encontravam ressonância em Casagrande. O principal jogador do Brasil insistiu em jogadas individuais quando havia companheiros livres. Essa atitude irritou profundamente Casagrande. Mas ele foi cuidadoso nas críticas.


Só que hoje, no programa Redação, no Sportv, ele se sentiu mais livre, mais à vontade. E falou sem censura o que pensa de Neymar. Suas declarações nesta manhã repercutiram em todos os grandes portais do país.


E há a certeza que chegaram à assessoria de Neymar.


"Monstro", "mimado" não são termos que agradem ao jogador.


A preocupação na Globo é que toda a reaproximação tenha ido por água abaixo.


E que Neymar volte a ficar arredio com a emissora.


Mesmo durante a Copa.


Mas é o preço que a Globo paga.


Por ter alguém tão sincero e espontâneo como Casagrande. Se ele vê um jogador fundamental à Seleção Brasileira, um dos três melhores do mundo, com 26 anos, mimado, egocêntrico, tomando um cartão amarelo de forma irresponsável aos 14 minutos do primeiro tempo, ele vai falar. Mesmo que seu nome seja Neymar. (Conteúdo R7).



Facebook: Globo Expresso.Com Twitter: Globo Expresso


[comment-form]

 

Outras Notícias

5 dicas de como economizar para viajar
Tire suas dúvidas sobre o uso das cadeias de consagração
Saiba tudo sobre as carabinas de pressão
Benefícios de tomar água com limão diariamente
O que não pode faltar dentro de um projeto de obra