Marketing e Negócios

Como definir o público-alvo dos seus conteúdos

Público-alvo é a definição clara do mercado que uma empresa deseja atingir. É um recurso que permite que a marca tenha clara a visão de quem são seus consumidores.

Ter a definição deste conceito aplicado às estratégias de Marketing é fundamental para o desenvolvimento de campanhas assertivas. Isso porque, saber quem é o consumidor final torna o planejamento mais eficiente.

Para definir quem são os alvos das ações realizadas pela marca é preciso muito estudo, pesquisas de mercado, testes e análises de métricas importantes.

Quer saber mais sobre o público-alvo e como ele pode ser definido? Acompanhe o conteúdo a seguir.

O que é público-alvo?

Vamos fazer uma pequena atividade. Imagine que uma empresa está em busca de aumentar suas vendas de um refrigerador para vacinas que acabou de desenvolver.

Um produto tão específico como esse precisa ser vendido para os consumidores certos. Mas, como a marca irá encontrar esses clientes sem saber por onde começar?

É aqui que entra a necessidade de uma definição clara do público-alvo. Afinal, nem todos os empreendimentos possuem recursos para realizar diferentes campanhas a todo momento.

O público-alvo nada mais é do que encontrar o grupo de pessoas ideal para determinado produto. Seja ele um balcão refrigerado para açougue ou uma peça de roupa. 

Aliar isso a produção de conteúdo contribui para atrair e nutrir usuários que encontraram a marca pelos mecanismos de busca, como o Google.

Dessa forma, materiais cada vez mais certeiros são produzidos e respondem melhor as dores dos possíveis consumidores.

Os benefícios de definir o público-alvo

Para que um potencial cliente efetue uma compra ele precisa primeiramente encontrar um negócio que ofereça o que precisa. 

No entanto, antes desse processo existe a necessidade da empresa encontrar seu potencial cliente. 

Por exemplo, uma empresa de manutenção de ar condicionado não irá efetuar nenhuma venda para pessoas que procuram por consertos de computadores. 

Isso porque é um público diferente e suas campanhas não serão assertivas e o tempo e recursos valiosos serão desperdiçados. Saber quem é o cliente ideal ajuda na economia.

Com isso, a empresa pode investir seus processos em áreas diferentes e trabalhar mais assertivamente em campanhas que, de fato, trazem retorno. 

A empresa de ar condicionado, por exemplo, pode focar na produção de conteúdos de limpeza e manutenção de ar condicionado. Essa estratégia permite que o lead seja nutrido e que mais vendas possam surgir.

Outras vantagens de ter bem definido o público, são:

  • Melhor comunicação entre consumidor e empresa;
  • Mais aproveitamento de oportunidades;
  • Posicionamento claro e coeso;
  • Destaque entre os concorrentes.

Diferença entre público-alvo e persona

Público-alvo e persona são estratégias que trabalham com a identificação e definição dos consumidores ideias de uma empresa.

Por esse motivo, esses conceitos podem gerar confusão. No entanto, é essencial para um bom uso entender quais são suas diferenças e em qual momento devem ser aplicadas.

Como já mencionamos, o público-alvo é a segmentação de um grupo de clientes ideias para determinado negócio. 

Essa é uma forma mais geral de se ter dados chave que podem ser utilizados em campanhas de marketing e ações melhor direcionadas.

Já a persona é a criação de um personagem semi-fictício que é utilizado para melhor entender os comportamentos dos clientes que a empresa deseja alcançar.

Podemos tirar como exemplo um empreendimento que desenvolveu um projeto cozinha industrial pequena. Esse negócio pode criar uma persona para entender seus hábitos e assim traçar planos de marketing.

Para a criação da persona são levados em consideração tópicos como:

  • Idade;
  • Gênero;
  • Classe social;
  • Hábitos de consumo;
  • Escolaridade;
  • Comportamento no ambiente online.

Como definir o público-alvo na prática?

Agora que já entendemos o que é, seus benefícios e a diferença com persona chegou a hora de aprender a definir, de fato, o público-alvo da sua empresa.

Confira o passo a passo para encontrar os consumidores certos do seu negócio e alavancar suas vendas:

Analise o cenário

Antes de qualquer coisa saiba que é preciso realizar uma análise a fundo de como o mercado tem se comportado. Para isso, se faz necessário ponderar sobre o cenário do macroambiente. 

Nesse momento, leve em consideração questões como:

  • Quais são os hábitos de consumo?
  • Como seus concorrentes estão agindo?
  • Quais são as tendências do momento?
  • Quais novidades podem ser inseridas nas campanhas?

Saber informações como essas é interessante para que a marca saiba quais são as melhores estratégias de campanhas.

Conheça seu produto como ninguém

Saber em qual ambiente se está trabalhando é importante. No entanto, é imprescindível para uma marca saber exatamente do que está falando.

Imagine só, uma empresa de maquinários que deseja emplacar a venda de uma câmara fria pequena não conseguir passar para seus consumidores detalhes como as funcionalidades do produto, suas vantagens ou os devidos cuidados que ela demanda. 

Por isso, preste atenção nos seguintes detalhes:

  • Qual o problema que o produto resolve?
  • Por que alguém deveria comprar esse produto?
  • Quais são seus benefícios para o consumidor?
  • Esse é o produto ideal para aquele cliente?

Tenha claro qual é a proposta de valor que sua empresa oferece ao público. Dessa forma, ações cada vez mais assertivas podem ser desenvolvidas.

Aprenda a segmentar o mercado

Existem diferentes segmentos dentro de um único mercado. Nesse momento é preciso que a empresa leve em consideração esse detalhe.

Um produto como um balcão buffet de madeira pode ser utilizado por diversos tipos de negócios, por exemplo.

Essa diversidade demanda uma definição clara da segmentação de mercado com a qual a empresa investirá seu tempo e seus recursos. 

Reúna informações como: variáveis geográficas, demográficas e comportamentais dos possíveis consumidores. 

Uma empresa que notou em sua pesquisa de palavras-chave que um grande volume de pessoas tem procurado por “freezer pequeno preço” pode utilizar essa informação para segmentar suas ações.

Dessa forma, a empresa saberá que os consumidores ideais para o produto são adultos entre 28 e 40 anos que procuram eletrodomésticos portáteis com bom custo benefício, por exemplo. 

Estude a fundo a segmentação escolhida

Ao saber a segmentação ideal para os diferentes tipos de produtos que sua empresa oferece, chegou a hora de pegar esses dados e os entender a fundo.

Nessa etapa é importante levantar os seguintes questionamentos:

  • Como o segmento tem sido atendido pela concorrência?
  • É um segmento que pode gerar lucro de fato?
  • Existem chances reais de crescimento?

Utilize dados de pesquisas de mercado realizadas anteriormente. Esse recurso colabora para a elaboração de planos de marketing e permite que a empresa conheça ainda mais seus consumidores.

Escolha as ferramentas certas

Recursos como Google Analytics e ferramentas de social analytics presentes em algumas redes sociais ajudam com a junção de dados dos usuários que já conhecem sua marca.

Isso porque são gerados dados de interação com o site ou as redes da empresa. Mostrando quais são seus maiores interesses e hábitos.

Google Think Insights, por exemplo, analisa o público levando em consideração o nicho e o país em que a empresa se encontra.

Com isso, produzir conteúdos se torna mais simples pois a marca saberá exatamente o que o consumidor deseja com sua busca.

Defina as estratégias ideias

Após seguir todos os passos explicados é o momento de traçar as estratégias ideias para alcançar os consumidores e alavancar as vendas.

Ao definir o público-alvo a empresa é capaz de definir o tom de suas campanhas, onde elas devem ser implementadas e demais especificidades pensadas exatamente para os consumidores presentes na segmentação escolhida.

Faça atualizações constantes

Sabemos que tecnologias mudam de forma rápida e que atualizações são essenciais. É importante saber que isso também ocorre com pessoas.

Comportamentos e hábitos dos consumidores mudam constantemente, por isso a empresa precisa manter suas pesquisas atualizadas. 

Dessa forma, qualquer mudança nas campanhas pode ser feita com embasamento em dados. Permitindo assim o sucesso das ações de marketing.

Conclusão

Sabemos que para passar uma mensagem é preciso que o receptor saiba, ao menos um pouco, sobre o assunto abordado.

A definição do público-alvo é isso, o ato de encontrar os consumidores ideias para determinados produtos ou serviços.

Ter essa definição ajuda a encontrar o tom de voz perfeito para cativar os usuários e fazer com que eles escolham sua empresa em meio a tantas opções.

Sabendo disso, invista em aprender cada vez mais sobre o mercado e as pessoas que fazem parte dele.

Com isso, as conversões acontecem mais naturalmente e as vendas aumentam de forma exponencial. Afinal de contas, sua marca estará falando diretamente com seus clientes.

Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.