Segunda, 29 DE novembro DE 2021

“Deus ajudou a eleger Bolsonaro”, disse ministro a revista americana

Publicado em:

30 de
dez
Categorias: Mais Lidas, Nacional e Notícias. Tags: Brasil, Deus, Eleição, Estados Unidos, Jair Bolsonaro, Ministro, Mundo, Notícias e Revista.

O futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, escreveu em artigo na revista conservadora americana New Criterion que a providência divina levou o Brasil a unir o pensamento do filósofo Olavo de Carvalho ao patriotismo de Jair Bolsonaro, e que isso levou à eleição dele. No texto, disponível em português no site da revista e publicado na edição de janeiro da revista impressa, o futuro chanceler afirma que a fé religiosa de Jair Bolsonaro – “presidente [que] fala em Deus e expressa a sua fé de maneira profunda e sincera” - foi essencial para sua vitória eleitoral.


Araújo repudia, no artigo, críticas de que estaria misturando religião e política em um Estado laico. “Meus detratores me chamaram de louco por acreditar em Deus e por acreditar que Deus age na história —mas eu não me importo”, escreve.


“No Brasil (pelo menos), o nacionalismo tornou-se o veículo da fé, a fé tornou-se a catalisadora do nacionalismo, e ambos desencadearam uma estimulante onda de liberdade e de novas possibilidades”, continua. “Deus está de volta, e a nação está de volta: uma nação com Deus; Deus através da nação."


Segundo o autor, durante os governos do PT, houve “avivamento artificial de tensões raciais ” e “humilhação dos cristãos”. Referindo-se ao golpe de 1964, o autor afirma que o regime foi "equivocadamente chamado de regime militar" e que a Igreja Católica brasileira foi “tomada pela ideologia marxista".


O futuro chanceler já tinha falado sobre suas teses em seu blog e em artigo para revista do Itamaraty. Araújo afirma na revista que Olavo de Carvalho, a Lava Jato e Jair Bolsonaro romperam o globalismo implementado pelo PT no Brasil, dizendo que durante os governos petistas o “marxismo cultural governava por dentro um sistema aparentemente liberal e democrático, construído por meio de corrupção, intimidação e controle de pensamento ”.


Globalismo é a teoria de que instituições multilaterais e órgãos internacionais tentam concentrar poder e interferir nas decisões soberanas dos países. O autor descreve Carvalho como “filósofo brasileiro, talvez a primeira pessoa no mundo a ver o globalismo como o resultado da globalização econômica, a entender seus propósitos impiedosos e a começar a pensar em como derrubálo”.


O editor da revista é Roger Kimball, pensador conservador que se reuniu com Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito, durante a visita do deputado federal aos Estados Unidos. Logo após a eleição de Trump, em 2016, Kimball tuitou: “Steven Bannon é um tesouro nacional: muito inteligente, maduro politicamente e totalmente destemido.”


No artigo, o autor fala mais de religião do que de política externa. Ele critica os governos anteriores, dizendo que o PT ajudou a “transferir poder dos EUA e da aliança ocidental para a China; favoreceu o Irã; trabalhou incessantemente para levantar uma nova cortina de ferro socialista sobre a América Latina, favorecendo governos ou partidos de esquerda”.


Sobra também para o ex-presidente democrata Barack Obama, “que raramente levantava um dedo para combater regime socialistas ou islâmicos em qualquer canto da Terra e que descrevia Lula como 'o cara'". Segundo ele, a eleição de Bolsonaro acabou com anos de controle psicológico, doutrinação marxista e ditadura do politicamente correto.


“Agora podemos viver em um mundo onde os criminosos podem ser presos, onde pessoas de todos os estratos sociais podem ter as oportunidades que merecem e onde podemos nos orgulhar de nossos símbolos e praticar nossa fé.”


O texto creditado ao futuro chanceler encerra citando Alastair Campbell, o porta-voz do ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair, que afirmou em 2003: “We don’t do God”, ou “Não falamos de Deus", ao recomendar a Blair que não falasse sobre sua religião em público. “Bem, no Brasil, agora falamos”, termina o texto. *Crédito: Folha de São Paulo.



gospelmund.com


[comment-form]

 

Outras Notícias

5 dicas de como economizar para viajar
Tire suas dúvidas sobre o uso das cadeias de consagração
Saiba tudo sobre as carabinas de pressão
Benefícios de tomar água com limão diariamente
O que não pode faltar dentro de um projeto de obra