Segunda, 29 DE novembro DE 2021

É necessário ser cristão exemplar não só na Igreja, mais fora também

Publicado em:

27 de
mar
Categorias: Cinema e Notícias. Tags: Cristão, Devocionais, Exemplo, Igreja, Pregações e Reflexão.

Quando uma pessoa chega à Igreja, tudo é novidade. A reunião, as músicas, a Palavra, a recepção, etc. Aquele ambiente normalmente encanta e desperta curiosidade. E o caminho natural de uma pessoa que está em processo de conversão é se batizar nas águas, abandonar os erros e pecados, se libertar de todo mal espiritual e frequentar as reuniões para aprender mais sobre a Palavra de Deus.


Feito isso, infelizmente, muitos se acomodam na fé. Ou seja, a evolução estaciona. E, como esse crescimento estagna, a vida espiritual não evolui. Por isso, a Bíblia diz que as pessoas não devem se contentar apenas com os primeiros passos do cristianismo. “Quem se alimenta de leite ainda é criança, e não tem experiência no ensino da justiça. Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem quanto o mal.” (Hebreus 5.13,14).



O que isso quer dizer na prática? Que onde não há crescimento espiritual há um problema, porque, para receber as bênçãos de Deus, é preciso ser maduro na fé. Podemos compará-lo com uma linda árvore, que se origina de uma semente, forma raízes, enfrenta grandes tempestades e, assim, dá frutos.


Quando a Palavra de Deus penetra no coração de uma pessoa, ela precisa gerar frutos. Para isso, é preciso que haja envolvimento, amor e dedicação da parte do cristão, que ele cultive o relacionamento com o Altíssimo, supere provações e dificuldades, vença os desertos e adquira força e perseverança.


Invista na sua alma
Infelizmente, há uma multidão nas Igrejas – formada por membros, evangelistas, Pastores ou Bispos – que ainda não morreu para si. Eles estão em grupos e projetos, mas seus corações seguem voltados para as próprias vontades. E é como Jesus disse: “Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.” (João 12.24). Ou seja, antes de servir, é preciso nascer da água e do Espírito, “não é possível servir a Deus sem antes ter nascido de Deus. Só Quem pode revelar a Vontade de Deus é o Espírito de Deus.



Portanto, para servi-Lo, primeiro o servo tem que ter sido gerado do Espírito Santo. Só a partir daí o servo é transformado em semente de Deus na Terra, a exemplo do Senhor Jesus. Se os servos não morrerem para si e para o mundo, como gerarão outros grãos?”, observa. E para que isso, de fato, aconteça é preciso seguir todos os passos de Jesus”.


Então, não adianta culpar Deus se não tem acontecido o que você gostaria em sua vida. O caminho é inverso: será que você tem sido para Deus o que Ele quer que você seja? Será que tem valorizado a sua evolução espiritual ou tem feito coisas que ele reprovaria?


Porque, para conquistar o crescimento espiritual, é importante frequentar as reuniões, ler a Palavra, orar, jejuar, sacrificar, evangelizar, mas, além disso tudo, é preciso ser fiel, amigo e, sobretudo, filho de Deus. É necessário ser um exemplo de cristão por onde quer que você passe e não apenas quando estiver dentro da Igreja.



gospelmund0.com


[comment-form]

 

Outras Notícias

5 dicas de como economizar para viajar
Tire suas dúvidas sobre o uso das cadeias de consagração
Saiba tudo sobre as carabinas de pressão
Benefícios de tomar água com limão diariamente
O que não pode faltar dentro de um projeto de obra