Quarta, 01 DE dezembro DE 2021

Grêmio venceu o Brasil de novo e volta a conquistar o Gauchão após oito anos

Publicado em:

8 de
abr
Categorias: Notícias. Tags: Campeão, Esportes, Futebol, Globo, Grêmio e Notícias.

Após 99 anos, o Grêmio pode dar o troco no Brasil. No primeiro Gauchão da história, em 1919, o Xavante foi a Porto Alegre e carimbou a taça – única do clube de Pelotas na competição – com uma goleada por 5 a 1 no antigo Fortim da Baixada, no bairro Moinhos de Vento. Praticamente um século depois, o Tricolor usou a larga vantagem da primeira, vencida por 4 a 0, para administrar o resultado nos 90 minutos, vencer novamente e soltar o grito de campeão.


O grito que estava entalado na garganta agora ecoa por todos os pagos do Rio Grande do Sul. Oito anos depois, o Gauchão volta a ser tricolor. O Grêmio fez valer os 4 a 0 do primeiro jogo da final, na Arena, segurou o Brasil e venceu por 3 a 0 na tarde deste domingo, no Bento Freitas, para confirmar o 37º título estadual da história. Os gols foram marcados por Cícero, Alisson e Léo Moura. A taça erguida em Pelotas é a quarta do clube em um período de 16 meses. Quem para o time de Renato Gaúcho?!


Se havia alguma dúvida da seriedade das equipes na partida, os cartões amarelos para Jael e Leandro Leite com 15 minutos deram o tom. Brasil e Grêmio fizeram um duelo acirrado, mas leal. E cheio de chances. Aos 13, Alisson Farias mandou de canhota no travessão de Marcelo Grohe. Aos 19, Jael girou sobre Leandro Camilo e finalizou para fora. Na sequência, Maicon passou errado e deu contra-ataque ao Brasil. Por pouco, Calyson chutou por cima. Mas o Tricolor chegou novamente aos 40 e 41. Primeiro, em falta ensaiada que Jael rolou para Luan, e o camisa 7 acertou a rede pelo lado de fora. Depois, na mesma dobradinha, Luan parou nas pernas de Marcelo Pitol.


A expulsão de Leandro Leite logo aos três minutos ao puxar Jael minou qualquer possibilidade de reação ao Brasil. Mas Valdemir quase marcou um golaço aos oito, quando recebeu lançamento longo, deixou Geromel na saudade e bateu por cima. A resposta veio em seguida, depois de Everton parar em Pitol e Luan errar o alvo no rebote. Passados 20 minutos, os times começaram a trocar peças, já sentindo o desgaste. Com os donos da casa batidos, a qualidade falou mais alto. Cícero, aos 36, Alisson, aos 40, e Léo Moura, aos 44, construíram a vitória tricolor por 3 a 0.


O 4 a 0 da Arena foi construído pelo Grêmio somente no segundo tempo, após Éder Sciola ser expulso no fim do primeiro tempo. No Bento Freitas, foi a vez do capitão Leandro Leite receber o segundo amarelo aos três minutos da etapa final e ir para a rua. A chance, que já era mínima de o Brasil reverter o resultado, caiu ainda mais. Irritado com Leandro Vuaden, o volante peitou o árbitro e precisou ser contido por jogadores e comissão técnica antes de deixar o campo.



Portal: Globo Expresso.Com


[comment-form]

 

Outras Notícias

5 dicas de como economizar para viajar
Tire suas dúvidas sobre o uso das cadeias de consagração
Saiba tudo sobre as carabinas de pressão
Benefícios de tomar água com limão diariamente
O que não pode faltar dentro de um projeto de obra