Domingo, 28 DE novembro DE 2021

A Universal vai processar Jornalista, Globo, e TV Foco, por fake news

Publicado em:

1 de
abr
Categorias: Justiça, Mais Lidas e Radar. Tags: Edir Macêdo, fake news, Globo, Igreja Católica, Igreja Universal, Jornalista e Processo.

A Igreja Universal do Reino de Deus processará judicialmente a colunista do jornal “O Globo” Patrícia Kogut, além do próprio veículo. Em sua coluna desta quinta-feira (28), a jornalista acusou a Universal de vender vagas para atores que desejam participar de novelas da Record TV.



Na fake news publicada pelo jornal carioca, a jornalista escreveu que a Universal consegue colocações no elenco da dramaturgia da Record TV, a “jovens atores aspirantes cujos pais contribuem com dízimo mais gordo”.


Trata-se de uma gravíssima e irresponsável acusação, sobre a qual Patrícia Kogut não apresenta um nome, uma prova, ou uma testemunha. Além da ousadia de espalhar uma mentira em um dos jornais de maior circulação no país, a colunista sequer procurou a Igreja para apurar a fofoca que, supostamente, ouviu.



Em nota encaminhada à direção do jornal, a Igreja repudiou o ataque promovido por Kogut , e exigiu que ela se retrate pela mentira publicada, “em igual espaço e destaque reservado ao texto original, nas versões impressa e online”.  A Universal também avisou o veículo que “processos judiciais serão abertos”. Além do Globo, o site de fofocas “TV Foco” também espalhou a fake news. O veículo foi igualmente alertado que o caso será levado ao Judiciário.


Confira a nota na íntegra:

A Igreja Universal do Reino de Deus processará judicialmente a colunista do jornal “O Globo” Patrícia Kogut, além do próprio veículo. Em sua coluna desta quinta-feira (28), a jornalista acusou a Universal de vender vagas para atores que desejam participar de novelas da Record TV.


Na fake news publicada pelo jornal carioca, a jornalista escreveu que a Universal consegue colocações no elenco da dramaturgia da Record TV, a “jovens atores aspirantes cujos pais contribuem com dízimo mais gordo”.


Trata-se de uma gravíssima e irresponsável acusação, sobre a qual Patrícia Kogut não apresenta um nome, uma prova, ou uma testemunha.


Além da ousadia de espalhar uma mentira em um dos jornais de maior circulação no país, a colunista sequer procurou a Igreja para apurar a fofoca que, supostamente, ouviu.


Em nota encaminhada à direção do jornal, a Igreja repudiou o ataque promovido por Kogut, e exigiu que ela se retrate pela mentira publicada, “em igual espaço e destaque reservado ao texto original, nas versões impressa e online”. A Universal também avisou o veículo que “processos judiciais serão abertos”


Além do Globo, o site de fofocas “TV Foco” também espalhou a fake news. O veículo foi igualmente alertado que o caso será levado ao Judiciário. Conteúdo creditado a Folha Universal



gospelmund.com


[comment-form]

 

Outras Notícias

5 dicas de como economizar para viajar
Tire suas dúvidas sobre o uso das cadeias de consagração
Saiba tudo sobre as carabinas de pressão
Benefícios de tomar água com limão diariamente
O que não pode faltar dentro de um projeto de obra