Terça, 30 DE novembro DE 2021

Quais são os tipos de soluções trazidas pela homeopatia

Publicado em:

22 de
jun
Categorias: Saúde.

A homeopatia é um termo bastante conhecido na área da saúde, está relacionado com diretriz terapêutica para o tratamento de doenças. O Brasil é o país que mais tem destaque em Homeopatia na América do Sul, com o sistema homeopático conhecido em várias áreas clínicas, que incluem a Medicina e Medicina Veterinária, e Odontologia, assim como na 

 

Engenharia Agronômica e também está incluído no campo de farmácia e as soluções trazidas pela homeopatia são diversas. Em virtude disso, neste artigo vamos apresentar algumas informações úteis sobre a homeopatia e quais os tipos de soluções que ela disponibiliza.

O que é homeopatia e para que serve?


De modo geral, a homeopatia é uma especialidade de médico que tem como principal finalidade a administração de doses de medicamentos homeopáticas em doentes, como uma forma de evitar uma intoxicação e estimular uma reação orgânica. É preciso ter em mente que este tipo de tratamento consiste no reequilíbrio de saúde focado no paciente, informações detalhadas sobre o pacientes, como sendo uma das principais características da homeopatia. Para entender melhor sobre a homeopatia, é de suma importância ter conhecimento sobre alguns dos princípios relacionado à prática da homeopatia. 

Tratamento homeopático: princípio de semelhante cura semelhante


De acordo com o Conselho Federal de Farmácia há mais de mil farmácias homeopáticas que realizam atividades no Brasil. Conforme especialista Lonele Teles, argumenta que a homeopatia é uma ciência que usa as mesmas substâncias que proporcionam sintomas para o tratamento ou alívio de diversos tipos de doenças, baseado no princípio de que “semelhante cura semelhante”. Em outras palavras, a utilização de substâncias que podem causar mal aos pacientes podem ser criados remédios que não tenham tanto impacto e seja bastante agressivo ao corpo humano. 

 

Segundo a farmacêutica, a terapia se baseia em administrar doses reduzidas de fármacos, considerando o quadro clínico dos pacientes em busca de uma recuperação de saúde, o que pode estimular o equilíbrio orgânico. Em geral, as substâncias com utilidade na homeopatia sofrem diluição na água até sobrarem quantidades poucas desta substância em uma mistura final e, dessa forma, pode produzir o remédio homeopático para alívio dos sintomas. Além disso, quanto maior for a diluição deste medicamento, terá um impacto ainda maior ao tratar o paciente.  

Características da homeopatia


A homeopatia cada vez mais tem ganhado destaque e se tornado interessante aos médicos que estão à procura de uma formação mais humanista, principalmente para os pacientes que preferem tratamentos alternativos. Sendo assim, uma das principais características desta especialidade médica é se atentar aos cuidados detalhados sobre o pacientes, principalmente consultas longas e detalhadas com anamneses. Outro fator indispensável neste tipo de tratamento é a categoria de remédios que são utilizados, realizados com extratos que são oriundos do reino animal, reino vegetal e reino animal, sempre bastante diluídos, como mencionamos anteriormente. 

 

Além disso, o tratamento homeopático tem um foco principal voltado para o paciente e no histórico de doença, o que pode estimular o organismo a um processo de autocura.  A partir de uma solução de álcool e água, e bastantes diluições no medicamento homeopático, podem cada fez diminuir os efeitos colaterais. Além disso, uma super diluição deste medicamente faz com que seja tomado em doses pequenas, mas com uma constância maior e por um tempo maior se comparar aos medicamentos com alopatia. 

 

Atualmente, a homeopatia tem resultados positivos relacionados à casos de ansiedade e depressão, além de ser bastante usada hoje em dia e ser uma prática que tenha um complemento à medicina convencional. Vale destacar também que ela se uma boa aliada a um atenção primária na saúde da comunidade, o que ocasionamento evita aumentar as doenças crônicas e a quantidade de internações e procedimentos que possuem um alto custo. 

Curiosidades sobre a homeopatia


Veja algumas curiosidades relacionadas à homeopatia:

Origem


A homeopatia se originou no final do século XVIII pelo médico Samuel Hahnemann e trazida ao país brasileiro no ano de 1840 pelo discípulo de Hahnemann, Benoit-Jules Mure. Em 1918 obteve um ensino oficial e em 1980 se tornou uma especialidade médica. 

Doses homeopáticas


Os medicamentos homeopáticas são adquiridos dos reinos animal, vegetal e mineral. Além de ter outros remédios homeopáticas que são originados a partir de radiação de outra fórmula industrial. Estes medicamentos são bastantes diluídos, preparados com água e álcool.

Consultas detalhadas


Essas consultas homeopáticas possuem bastantes destaque por causa de sua riqueza nos detalhes, já que o principal objetivo é saber o máximo de informações possíveis sobre os pacientes, história de sua doença e como ele pode reagir a algumas situações externos e ao modo de vida. 

Inspirado em Hipócrates


A homeopatia foi criada de acordo com o princípio Hipócrates, a Lei dos Semelhantes, em que as substâncias, se aplicado corretamente, possuem a capacidade de oferecer uma reação de um indivíduo doente sintomas para um autocura a estes sintomas. 

Médios homeopatas no Brasil


Conforme a Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB), a quase 3 mil médicos homeopatas neste país que possuem a responsabilidade de atender a cerca de 50 milhões de pessoas. 

Qual o principal diferencial da homeopatia?


Na medicina ocidental há duas correntes terapêuticas contrárias, uma delas é a homeopatia e a outra é alopatia. A homeopatia é baseada no princípio que semelhante cura o semelhante e tem foco principal no paciente. Enquanto a alopatia tem uma relação com a medicina convencional, como no tratamentos de doenças e sintomas com remédios que podem causar os efeitos opostos. 

A homeopatia é uma especialidade?


Hoje em dia, a OMS (Organização Mundial da Saúde) reconhecia o tratamento homeopático como uma prática complementar à medicina tradicional. Além disso, algumas pesquisas apresentam aproximadamente 500 milhões de pessoas usam o medicamento homeopática como uma forma de tratamento, o que representa cerca de 7% de toda a população mundial. É de suma importância entender todos os princípios e como funciona a homeopatia, assim como possuir uma aceitação social para considerar uma prática alternativa para cuidar da saúde do paciente. 

Quais são as vantagens dos medicamentos homeopáticos?


Como vimos, a homeopatia é um tratamento bastante interessante e hoje em dia é usado por diversos médicos. Os medicamentos homeopáticos podem oferecer alguns benefícios bem interessantes que devem ser considerados. Veja as principais vantagens da homeopatia a seguir:

 

  • Segurança, eficácia e é baseado nas substâncias naturais.

  • Usa substâncias simplificadas em doses.

  • Atua no sistema imune.

  • Possui um método simples para administração dos medicamentos e não é invasivo.

  • Medicamentos palatáveis.

  • Não apresenta obstáculo para o início do tratamento, caso não haja um diagnóstico preciso.

  • Os medicamentos homeopáticos não são viciosos.

  • Em relação ao custo-benefício é bem melhor se comparar a outros sistemas terapêuticos.


 
[comment-form]

 

Outras Notícias

5 dicas de como economizar para viajar
Tire suas dúvidas sobre o uso das cadeias de consagração
Saiba tudo sobre as carabinas de pressão
Benefícios de tomar água com limão diariamente
O que não pode faltar dentro de um projeto de obra