Quarta, 01 DE dezembro DE 2021

Deus não só ouve o que desejamos, como também sabe do que precisamos

Publicado em:

24 de
fev
Categorias: Mensagem. Tags: Bíblia, Brasil, Deus, Facebook, Notícias, Pregações, Religião e Salvação.

"Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos e os seus ouvidos estão atentos à sua oração; mas o rosto do Senhor volta-se contra os que praticam o mal" (1 Pedro 3.12). Quando Pedro escreveu sobre os ouvidos atentos do Senhor, citava o "Salmo 34", Davi stava numa situação muito complicada, ele fugia das garras do rei Saul rumo a uma terra estrangeira, mas, ao chegar lá compreendeu que era conhecido como alguém que poderia ameaçar a autoridade do rei. A fim de livrar-se dessa situação, ele fingiu estar louco, até que o rei o expulsou literalmente da cidade (1 Samuel 21). Era o escape de Deus na vida do seu servo.


Depois disso, ele escreveu o Salmo citado por Pedro, celebrando o fato de que Deus ouvira seus clamores: “Busquei o Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores […] este pobre homem clamou, e o senhor o ouviu; e o libertou de todas as suas tribulações […] os olhos do Senhor voltam-se para os justos e os seus ouvidos estão atentos ao seu grito de socorro […] os justos clamam, o Senhor os ouve e os livra de todas as suas tribulações. O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido” (Sl 34.4,6,15,17-18).


Davi passou por sofrimentos, perdas e situações penosas. Em meio a tudo isso, porém, ele sabia que em cada situação Deus não só ouvia, mas respondia. Podemos ter essa mesma certeza: Deus não só ouve nossos pedidos, como nosso coração. Ele não só ouve o que desejamos como também sabe do que precisamos.


Apesar de se falar tanto sobre o poder da oração, é muito difícil orarmos como deveríamos. Vê o que Filipenses 4:6 diz: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças”.


Aí está a ordem de Deus: ao invés de andarmos ansiosos, devemos entender que a nossa oração gera provisão para todas as áreas da nossa vida. Toda vez que tivermos uma situação contrária para resolver, em primeiro lugar, devemos orar a Deus. Normalmente, para o povo de Deus, a oração é a última instância. As pessoas, quando enfrentam um problema, recorrem aos amigos, ao Pastor, ao conselheiro, ao advogado e, por fim, buscam a Deus em oração. Jesus disse em Mateus 6:33: “buscai, pois, em primeiro lugar,”.


Vamos ver como o Espírito mostra a atitude de Deus diante da oração. É bom que tu saibas disso. Comecemos com o Salmo 34:15“Os olhos do SENHOR repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos ao seu clamor.” Se os ouvidos de Deus estão abertos ao clamor do justo, é porque Ele quer te ajudar. Deus abençoe!


Pastores: Edvaldo e Weider



Globo Expresso.Com - Notícias em Geral


[comment-form]

 

Outras Notícias

5 dicas de como economizar para viajar
Tire suas dúvidas sobre o uso das cadeias de consagração
Saiba tudo sobre as carabinas de pressão
Benefícios de tomar água com limão diariamente
O que não pode faltar dentro de um projeto de obra